A partir de uma referência arquitetônica do edifício Saint Honoré de 1958, foram idealizados 3 modelos de cobogós decorativos.

Dois deles fazem referência a formas limpas e modernistas que Artacho evidencia no edifício: a curvatura da marquise, e os pilotis em “V”, ficando clara sua inspiração em Niemeyer. 

Enquanto isso, mixa com o estilo Art Nouveau, que também era uma referência muito apreciada na época.

Sendo assim, os cobogós eternizam este espírito arrojado de Artacho presente no Ed. Saint Honoré,  onde a  combinação de estilos arquitetônicos de gosto popular de determinado momento da arquitetura prevalece.

CODIFICAÇÃO ERA

Valor histórico: 4

Trata-se de um edifício modernista ainda que com características modais diversas, é um edifício feito muito relevante na história devido às características projetuais de Artacho. Na obra de Artacho Jurado, notas-e elementos utilizados por Oscar Niemeyer: os pilotis “V”, e marquises sinuosas.

Valor arquitetônico: 7

É característico das obras de Artacho possuir muitas referências visuais de estilos arquitetônicos diversos: moderno, nouveau, o clássico e o déco. 

Valor Material: 5

A matéria prima apresenta-se com variação mediana de quantidade de tonalidades, e destaca-se pelo concreto de argila expandida (roxo), tijolos de olaria, pedras, e rebocos. 

Número total de  agregados: 4

Um de cada tonalidade genérica e dois derivantes da chumbo, destacando em especial o concreto com argila expandida (roxo) e equilibrando as porcentagens (20% de cada tonalidade).

Processo de produção: A (Artesanal)

 

DADOS DE ORIGEM

Origem: Ed. Saint-Honoré

Local: Avenida Paulista, R. Bela Cintra, 1195, São Paulo – SP

Motivo: Reforma

Ano da edificação: 1955

Objeto produzido: 3 Cobogós decorativos

Quantidade produzida: 15 Unidades

Designer Autoral: Raquel Bassani

Arquiteto: João Artacho Jurado

Autodidata, com baixa escolaridade e sem título de arquiteto ou de engenheiro, Jurado produziu uma série de edifícios que contrariavam os ideais modernistas tão caros aos profissionais da época. Falando em geral ao imaginário de uma classe média emergente, obteve sucesso comercial com produtos que tinham na aparente suntuosidade, na miscelânea de estilos e no exagero decorativo seus principais atrativos, combinados com um marketing inovador. (JAYO, 2020). Artacho é conhecido pela misturas de estilos em suas obras: moderno, o nouveau, o clássico e o déco , que são concebidas com grande foco comercial.

Tipologia: Edifício Residencial alto padrão (200m2)

Sempre pensados para as classes média-alta e alta, os edifícios de Artacho iam além do morar. Eles trazem consigo uma coleção de serviços e opções de lazer: Piscina, terraços e bar na cobertura são algumas de suas marcas registradas. (KOESTER, 2020)