Com a ampliação e restauração do Museu Paulista, estima-se que foram gerados 14.000 toneladas (Apenas os não reciclados, classificação “A”) de acordo com a construtora Concrejato.
Através do projeto ERA, recolhemos espontaneamente 40 toneladas destes resíduos gerados para serem ressignificados, tornando-se história memorizada em peças únicas com design exclusivo e assinado, inspirados e feitos da arquitetura original do Museu Paulista.

Pensando nisso, elaboramos uma série de designs de objetos decorativos e utilitários. Deste modo, será possível levar uma parte desta história para casa.
Como pioneiros nesta atividade, acreditamos que estas peças que unem sustentabilidade, design, memória histórica e contemporaneidade são o verdadeiro espírito de um futuro grandioso, e sabemos que o Museu Paulista marca um glorioso início para este projeto visionário, que poderá ser aplicado em inúmeros patrimônios em situação de restauração e ampliação.
Esperamos ainda que no futuro, todos possam ter uma parte da história, e para isso, contamos com seu apoio. Certos de que será um grande passo rumo ao futuro e eternizando nossa história, Simbiose Design Sustentável.

Comprovante de originalidade do material histórico

Comprovantes da originalidade e quantidade de material reciclado pela construtora

O projeto ERA, realizado pela Simbiose Design em parceria com a ONG CERVH dá nova vida para resíduos de ampliação e restauração de patrimônios históricos que seriam descartados com técnicas e estética inovadora.

Partes históricas do Museu Paulista fundem-se com o espírito de contemporaneidade da Casa Cor 2021 tornando-se ERA 8978AC – síntese do fluxograma projetual ERA.

CODIFICAÇÃO ERA

Os 3 primeiros números são referentes a análise de origem do material, que é reciclado do patrimônio histórico museu do Ipiranga, seguidos do numero 8, que significa o número de tonalidades preservadas correspondentes a diferentes materiais de construções de época usados no patrimônio, e finalmente a letra A representa o processo de produção das peças que é artesanal realizado pelas cuidadosas mãos da ONG CEVH, somadas da letra C, representando esta edição especial para CasaCor 2021.

São 80 peças com design multifuncional – estatuetas para serem utilizadas em qualquer orientação, ou vaso para planta solitária. Este design que une dois mundos, antigo e moderno, foi desenvolvido para a Casa Cor 2021 e inspirado nas proporções e geometria dos tradicionais tijolos de olaria presentes no museu do ipiranga, elementos muito característicos da arquitetura brasileira.

Estes conceitos foram aplicados pela Designer de Produtos especialista em Sustentabilidade e Coordenadora Técnica do Projeto ERA, Raquel Bassani, sob o ponto de vista do minimalismo, honestidade dos materiais e acima de tudo um apelo para a sustentabilidade, economia circular, “lowsumerism” e consumo consciente.